Londres e o mistério de Sherlock Holmes

Quem foi Sherlock Holmes? Esse é o grande mistério que o Museu de Londres tenta resolver.
Mas por onde começar? Homem da ciência e da razão, mestre do disfarce, ilustre morador da Londres vitoriana do século XIX, aquela com lâmpadas de gás, carruagens e nevoeiro, e dono de uma mente analítica, anos luz à frente do conhecimento criminalístico da época.

Bastam três objetos – uma lupa, um cachimbo e um chapéu – para identificar o detetive mais famoso de todos os tempos: Sherlock Holmes, o homem que nunca viveu, mas que jamais morrerá.

O personagem nasceu da imaginação do escritor escocês Arthur Conan Doyle há mais de 125 anos. Esse caderno preserva as primeiras linhas do primeiro conto e foram essas ilustrações de Sydney Paget que revelaram ao mundo a aparência do detetive, inicialmente batizado como Sherrinford.

Na literatura, o mundo de Sherlock Holmes girava em torno do apartamento 221B da Baker Street, em Londres. Na vida real, o endereço nunca existiu. Foi criado em 1990 para sediar o museu dedicado ao investigador, mas os visitantes não precisam ser bons detetives para perceberem que o museu, na verdade, fica no número 239 da rua.

Em sua única entrevista, datada de 1929, o autor Conan Doyle revelou surpresa ao receber cartas de fãs pedindo autógrafos de Sherlock. As pessoas acreditam que ele existe de verdade! O escritor chegou a matar Sherlock em um livro publicado em 1893, mas a pressão dos leitores foi tanta que ele se viu na obrigação de ressuscitar o personagem.

A imortalidade de Sherlock Holmes, agora, está garantida nas telas do cinema e da televisão. Mais de 70 atores já tiveram o privilégio de interpretar o detetive mestre, alguns com mais sucesso do que outros. O casaco usado pelo inglês Benedict Cumberbatch, por exemplo, é uma das peças mais populares da exposição, a primeira em mais de 60 anos. Uma oportunidade imperdível de bisbilhotar objetos de colecionadores particulares e desvendar alguns segredos do maior especialista do mundo em solucionar grandes enigmas.

Fonte: Globo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens recentes
Categorias
Tags