+44 208 133 0010
  • Publicar Anúncio
  • Login
  • Cadastre-se
Educar para Transformar
Comentários desativados em VEJA O PORQUE O CIDADÃO EUROPEU QUE VIVE NO REINO UNIDO A MAIS DE 5 ANOS DEVERIA FAZER SEU CARTÃO DE RESIDÊNCIA PERMANENTE!

VEJA O PORQUE O CIDADÃO EUROPEU QUE VIVE NO REINO UNIDO A MAIS DE 5 ANOS DEVERIA FAZER SEU CARTÃO DE RESIDÊNCIA PERMANENTE!

| IMIGRAÇÃO BRASILEIRA NO REINO UNIDO, EU CITIZENS IN THE UK, RESIDÊNCIA NO REINO UNIDO, IMIGRACAO EM LONDRES E REINO UNIDO, IMIGRAÇÃO NO REINO UNIDO | 17/10/2018

Enquanto cidadão europeu, obtém automaticamente o direito de residência permanente noutro país da UE após ter residido legalmente nesse país durante cinco anos consecutivos. Se cumprir esta condição, pode solicitar um documento de residência permanente, que confirma o seu direito a viver no país em questão de forma permanente, sem quaisquer restrições.

Ao contrário do certificado de registro, que é obrigatório em muitos países, o documento de residência permanente não é obrigatório.

Mas de acordo com as ultimas noticias do Home Office e o desentendimento entre EU e o Goberno Britânico, podem levar ao resultado do “No Deal” isso pode colocar em risco todos os direitos adquiridos dos europeus que residem no Reino Unido, para garantir que isso não afete seu Status, a unica opção para o cidadão europeu que mora no Reino Unido por mais de 5 anos consecutivos (Trabalhando ou estudando) de mudar seu Status de residente para o “Residente Permanente”.

Alem do mais, isso seria o primeiro passo antes de pedir sua cidadania britânica.

Ligue 0208 133 0010 para saber mais sobre esse processo

A primeira-ministra britânica, Theresa May, pediu unidade nesta terça-feira (16) aos membros de seu governo, divididos sobre o Brexit, na véspera de uma cúpula em Bruxelas, onde defenderá sua estratégia para evitar deixar a União Europeia (UE) sem um acordo.

A menos de seis meses da fatídica data de 29 de março, o tempo é curto para que as duas partes cheguem a um acordo sobre a saída britânica da UE.

Mas a falta de progresso concreto nas negociações projeta a possibilidade de um Brexit sem acordo, temido tanto por britânicos quanto por europeus.

Durante o conselho de ministros nesta terça-feira, May reiterou que ainda é possível um acordo se o Executivo conseguir superar suas dissensões.

“Estou convencida de que, como governo, se formos solidários e firmes, podemos alcançá-lo”, disse ela, de acordo com seu porta-voz.

Na noite de segunda-feira em Londres, vários membros influentes do governo britânico se reuniram para coordenar suas posições diante do conselho de ministros.

No contexto de divisões persistentes sobre a orientação a ser dada ao Brexit, a imprensa britânica havia informado na sexta-feira que vários ministros ameaçaram renunciar.

Mas as últimas conversas, no domingo, em Bruxelas, terminaram sem resultados, o que, segundo a imprensa britânica, pode estar dentro da estratégia da primeira-ministra de demonstrar aos seus ministros rebeldes que ela não faz concessões e os impede de apresentar sua renúncia na terça-feira, enfraquecendo seu governo no pior momento.

“Algumas questões-chave” permanecem “suspensas”, disse o principal negociador da UE, Michel Barnier, particularmente na fronteira entre a Irlanda e a província britânica da Irlanda do Norte, depois do Brexit.

O cenário de uma separação sem acordo é agora “mais provável do que nunca”, destacou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, na segunda-feira.

Na quarta-feira, os líderes europeus devem dizer como proceder durante um jantar de trabalho em Bruxelas, logo após uma reunião na qual a participação de Theresa May foi confirmada.

Fonte: https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2018/10/16/interna_internacional,997634/brexit-may-pede-unidade-a-ministros-na-vespera-de-cupula-europeia.shtml

 

Categorias

© Nossa Fundação - 2016 All Rights Reserved