+44 208 133 0010
  • Publicar Anúncio
  • Login
  • Cadastre-se
Educar para Transformar
Comentários desativados em TRABALHO NA INGLATERRA PARA BRASILEIROS: VISTOS, SALÁRIOS, VAGAS

TRABALHO NA INGLATERRA PARA BRASILEIROS: VISTOS, SALÁRIOS, VAGAS

| ADVOGADOS EM LONDRES, IMIGRAÇÃO BRASILEIRA NO REINO UNIDO, LONDRES, VAGAS DE EMPREGO EM LONDRES E REINO UNIDO, INGLATERRA | 05/11/2018

Quem deseja tentar a vida no exterior tem a Europa como um dos principais destinos. O velho continente oferece não só vagas de emprego, mas também qualidade de vida. Mesmo com um sistema de imigração rigoroso, o Reino Unido é uma das regiões mais procuradas por imigrantes. Veja onde encontrar trabalho na Inglaterra para brasileiros, descubra quais são os tipos de visto e informe-se sobre a realidade do mercado de trabalho inglês.

A oferta de trabalho na Inglaterra para brasileiros contempla, em sua maioria, os subempregos.
Descubra como aumentar as chances de conseguir emprego no Reino Unido. (Foto: Divulgação)

Os cidadãos da União Europeia podem morar e trabalhar em qualquer dos países que compõem o bloco econômico sem a necessidade de visto. No entanto, com a decisão britânica de deixar a UE, novas regras estão sendo estabelecidas.

De acordo com a legislação do Reino Unido, os imigrantes da União Europeia precisam comprovar que estão trabalhando no país após três meses de permanência no território britânico. Também é essencial ter recursos financeiros suficientes. A partir do Brexit, no entanto, as pessoas da UE que chegam à Inglaterra não recebem tratamento especial, ou seja, são tratadas como qualquer outro imigrante.

A situação é ainda mais complicada para imigrantes de fora da UE, como é o caso dos brasileiros sem cidadania europeia. É necessário solicitar o visto para trabalhar ou estudar legalmente no Reino Unido.

Trabalho na Inglaterra para brasileiros: dicas para encontrar

Na Inglaterra, os estrangeiros ficam com os trabalhos difíceis ou mal remunerados. Ainda assim, muitos brasileiros estão dispostos a enfrentar as dificuldades em prol de segurança e qualidade de vida.

Veja a seguir algumas dicas para arrumar trabalho na Inglaterra e tire suas dúvidas:

Cidadania europeia ainda é uma opção

O Brexit vai limitar a presença de cidadãos da União Europeia no Reino Unido, mas o processo ainda se encontra em fase de transição. A lei que oficializa a saída britânica do bloco econômico está prevista para entrar em vigor em março de 2019, portanto, ainda dá tempo de utilizar os benefícios da cidadania italiana, portuguesa ou espanhola.

Se você tem a cidadania europeia, mas seu cônjuge não, é possível solicitar o visto através do site do governo britânico (www.gov.uk/family-permit). Ao fazer a solicitação direto da Inglaterra, o seu parceiro consegue um visto com validade de 5 anos, ao invés de apenas 6 meses.

Precisa de ajuda com seu visto? Ligue 0208 133 0010

Conheça as opções de visto

O visto de turista tem duração máxima de seis meses, portanto, não é suficiente para quem tem planos de conseguir emprego na Inglaterra. Quem permanece no país, mesmo após o fim da validade do visto, é considerado um imigrante ilegal. Estimativas apontam a existência de 300 mil a  um milhão de estrangeiros em situação irregular no Reino Unido.

Os dois tipos de visto mais populares entre os imigrantes são: Tier 2 (para trabalhadores qualificados) e Tier 4 (para estudantes). Antes existia o Tier 3, que era voltado para mão de obra não qualificada, mas ele não está sendo mais distribuído.

Veja a seguir mais detalhes sobre as opções de visto para Inglaterra:

  • Tier 1: destinado aos profissionais que desejam investir no país.
  • Tier 2: concedido quando há uma oferta de emprego na Inglaterra. Para dar entrada, é necessário ter em mãos um documento chamado Certificate of Sponsor (COS), ou seja, uma carta oficial da empresa inglesa responsável pela contratação. Esse visto exige comprovação do nível de inglês e recursos para permanecer no país.
  • Tier 4: ideal para quem deseja fazer intercâmbio ou cursar uma faculdade na Inglaterra. Permite trabalhar meio período (entre 10 e 20 horas por semana). Durante o período de férias, é possível trabalhar de forma integral.
  • Tier 5: com duração de um a dois anos, esse visto foi criado especialmente para trabalhadores temporários.

O Tier 2 parece o tipo de visto mais interessante em caso de trabalho na Inglaterra para brasileiros, mas a sua emissão não é nada fácil. É preciso comprovar salário alto, experiência e um currículo altamente qualificado. Também vale lembrar que há um limite de emissão desse tipo de visto por ano: 20.700.

Após completar cinco anos de residência no Reino Unido, o imigrante pode dar entrada no pedido de cidadania britânica. Para isso, no entanto, é necessário passar por testes de idioma.

Estude inglês!

Antes de arrumar as malas e seguir viagem para o Reino Unido, é importante ter conhecimentos intermediários do idioma local. Você pode estudar através de cursos online gratuitos de inglês ou mesmo se matricular em uma escola particular. O domínio da língua inglesa será fundamental para participar de entrevistas de emprego e solicitar o visto.

Não despreze os subempregos

Há muitas vagas para Cleaner. (Foto: Divulgação)

Muitos brasileiros querem mudar de país e estão dispostos a trabalhar em qualquer coisa. Se você se enquadra nesse grupo, pode encontrar boas oportunidades de emprego em Londres e outras cidades inglesas.

Os subempregos mais comuns na Inglaterra são: diarista, faxineira, babá, recepcionista de restaurante, atendente de lanchonete, lavador de pratos, entregador delivery, garçom, pintor e ajudante de pedreiro.

Quem está chegando na Inglaterra e não tem um inglês muito bom deve considerar os subempregos como Cleaner. Com o tempo, é possível conseguir a documentação e melhorar o nível de proficiência no idioma, o que garante melhores oportunidades no mercado de trabalho.

Prepare um currículo inglês

Prepare um currículo (resume) de acordo com as exigências do mercado de trabalho inglês. Inclua informações como objetivo profissional, experiência, habilidades e educação. Também é importante fazer uma carta de motivação (cover letter), contendo as razões para se candidatar ao cargo.

Informe-se sobre o mercado de trabalho e custo de vida

As áreas que mais empregam estrangeiros na Inglaterra são: hotelaria, restaurante, limpeza, serviços de entrega, construção civil e au pair. O salário mínimo na Inglaterra é de £ 7.83 por hora (2018).

Se você tem planos de morar e trabalhar em Londres, então prepare-se para lidar com um custo de vida alto. Cada pessoa gasta, em média, 752 libras por mês. Esse valor cobre alimentação, serviços básicos e transporte, mas não inclui moradia. No início da sua vida em terras britânicas, você pode dividir um apartamento com outras pessoas para economizar. O aluguel mensal em bairros afastados é de aproximadamente 1.200 libras.

Use a internet na busca por emprego na Inglaterra

A internet é uma ferramenta poderosa na busca por trabalho na Inglaterra para brasileiros. A primeira dica é criar um perfil no LinkedIn e utilizar o buscador de vagas dessa rede profissional. No mecanismo Search Jobs, há mais de 370 mil oportunidades de emprego só em Londres. Delas, mais de 500 vagas pedem o domínio da língua portuguesa (o que pode ser um diferencial para os brazucas em comparação com os britânicos).

Veja, click a seguir outros sites de emprego da Inglaterra:

Conquiste uma indicação

Londres é o sonho de muitos imigrantes. (Foto: Divulgação)

Use o Facebook para encontrar grupos de brasileiros que vivem no Reino Unido. Ao participar dessas comunidades, você tem a chance de fazer amigos, tirar dúvidas e até mesmo conquistar indicação para alguma vaga de emprego.

Documentação

Assim que você chegar na Inglaterra, providencie o seu Nacional Insurance Number, uma espécie de seguro social. Para isso, entre em contato com um Job Centre e agende uma entrevista. Após obter o protocolo, você já pode fazer entrevistas nas empresas inglesas.

Em média vinte dias após o protocolo ser gerado, você receberá em seu endereço na Inglaterra um número, que corresponde ao seu Nacional Insurance Number. Inicia-se, então, a obrigação de pagar impostos ao governo britânico, cuja taxa varia de acordo com o salário.

Com o Nacional Insurance Number em mãos, você já pode abrir uma conta bancária na Inglaterra e receber salário.

Vá numa agência de emprego

Se você tem os documentos necessários e fala inglês, então vá até uma agência de emprego na Inglaterra e aplique o seu currículo.

Cuide do seu histórico

Dê valor ao seu emprego na Inglaterra, por mais que ele não pague tão bem. Seja um profissional pontual, responsável e proativo. As empresas britânicas costumam reconhecer os funcionários dedicados e retribuem o bom desempenho com promoção e aumento de salário. Procure manter um bom histórico, pois isso influencia muito no próximo trabalho. Aliás, você pode precisar de uma carta de indicação do seu empregador.

Valide o diploma

Para validar o diploma na Inglaterra, é importante providenciar a documentação juramentada, ou seja, traduzida em inglês e autenticada. Isso inclui não só o certificado de conclusão da graduação ou pós-graduação, mas também histórico escolar e o conteúdo programático de cada disciplina cursada.

Cada profissão tem um órgão diferente para validar os diplomas de estrangeiros. Em geral, o processo de validação faz uma comparação entre a grade do curso no Brasil com a grade da Inglaterra. É trabalhoso, caro e demorado, mas no final vale a pena (principalmente para quem não quer ficar em subempregos para sempre).

Seja um profissional altamente qualificado

Quer trabalhar na sua área de formação? Então invista na sua carreira e não seja um profissional mediano. É preciso conquistar um currículo exemplar.

O empregador inglês precisa provar que nenhum cidadão do Reino Unido tem condições de ocupar o cargo, por isso o seu currículo precisa ser exemplar. Faça cursos em universidades respeitadas e busque importantes vivências profissionais. Para conseguir o tão cobiçado visto Tier 2, a faixa de salário precisa ser de pelo menos 30 mil libras por ano.

Para contratar um estrangeiro, a empresa inglesa tem gastos e precisa lidar com burocracia. Por esse motivo, a contratação só vale a pena em caso de profissionais altamente qualificados.

Fonte: https://viacarreira.com/trabalho-na-inglaterra-para-brasileiros-143823/

Categorias

© Nossa Fundação - 2016 All Rights Reserved