+44 208 133 0010
  • Publicar Anúncio
  • Login
  • Cadastre-se
Educar para Transformar
Comentários desativados em ESTUDANTES DE MOSSORÓ, NO OESTE POTIGUAR, FORAM CONVIDADAS PARA APRESENTAR O PROJETO EM LONDRES

ESTUDANTES DE MOSSORÓ, NO OESTE POTIGUAR, FORAM CONVIDADAS PARA APRESENTAR O PROJETO EM LONDRES

| PROGRAMA CULTURAL EM LONDRES, BRASILEIROS NO REINO UNIDO, BOLSA EM UNIVERSIDADE BRITÂNICA, UNIVERSIDADES BRITÂNICAS PARA BRASILEIROS | 05/07/2018

Estudantes criam embalagem biodegradável feita com folhas de cajueiro e são premiadas

Estudantes de Mossoró, no Oeste potiguar, foram convidadas para apresentar o projeto em Londres ainda este ano.

Estudantes potiguares são premiadas com projeto de embalagem feita com folha de cajueiro

Estudantes de Mossoró, no Oeste potiguar, desenvolveram uma embalagem biodegradável feita com folhas de cajueiro e foram convidadas para apresentar o projeto em Londres, na Inglaterra. Diferente da embalagem de isopor, que demora em média 400 anos para se decompor no meio ambiente, a de cajueiro demora cerca de 30 dias.

Desenvolvido em 2016, o projeto chamado Embacaju surgiu com o objetivo de aproveitar as folhas. “Minhas amigas e eu vimos que existia uma casa de convivência para a pessoa idosa no nosso bairro e lá tinha muito cajueiro. As folhas caíam e eram queimadas, jogadas no lixo”, explicou a estudante do terceiro ano do ensino médio Ekarinny Medeiros, que desenvolveu o projeto com as colegas Evely Yara Oliveira Silva e Natália Alves de Lima, orientadas pela professora Luisa Kiara.

O projeto já rendeu vários prêmios. Em 2017, o trio venceu a categoria Ciências Ambientais da 32ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia. “É muito gratificante ver a garra e empenho dessas alunas”, disse a professora orientadora do projeto.

Este ano, as jovens foram convidadas para apresentar o projeto em um evento que vai acontecer em Londres, na Inglaterra. “Saber que um projeto feito em uma escola pública pode representar o país é uma alegria imensa”, disse Ekarinny. O único problema é o custeio da viagem. “Consegui falar com o governador do estado e ele falou que daria certo o custeio. Estamos aguardando porque precisamos pagar tudo até o dia 29 de junho”, relatou.

A Secretaria Estadual de Educação informou que oferece assistência financeira a estudantes através do projeto Ciência para Todos no Semiárido Potiguar, porém as alunas não foram cadastradas. Por isso, o custeio da viagem ainda está sendo analisado.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/estudantes-criam-embalagem-biodegradavel-feita-com-folhas-de-cajueiro-e-sao-premiadas.ghtml

Categorias

© Nossa Fundação - 2016 All Rights Reserved