+44 208 133 0010
  • Publicar Anúncio
  • Login
  • Cadastre-se
Educar para Transformar
Comentários desativados em COMO DIRIGIR NA MÃO INGLESA?

COMO DIRIGIR NA MÃO INGLESA?

| INFORMAÇÕES GERAIS DA INGLATERRA, TRANSPORTE PÚBLICO DE LONDRES, INGLATERRA, INFORMAÇÕES GERAIS DE LONDRES | 24/05/2018

Quem viaja a países do Reino Unido, como Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales, muitas vezes fica com o pé atrás na hora de alugar um carro por achar que será complicado dirigir na mão inglesa. A condução do lado oposto ao praticado no Brasil, entretanto, é mais simples do que parece e pode ser uma mão na roda para quem deseja visitar com liberdade, principalmente, as belas cidades do interior da Grã-Bretanha.

Na Irlanda e em algumas ilhas do Caribe colonizadas pelo Reino Unido também é comum encontrar carros com o volante do lado direto.

Dicas para dirigir na mão inglesa

Independentemente do país em que estiver, algumas dicas contribuem para que a adaptação seja a mais simples possível. E isso vale tanto na hora de escolher o automóvel quanto na hora de dirigir.

Aluguel do carro

No Reino Unido, você precisa apenas da CNH válida para alugar um carro. Além disso, será obrigado a contratar um seguro, que pode ser o do seu cartão de crédito ou o oferecido pela locadora – os mais populares são os CDW (ou LDW), que, em geral, oferecem cobertura para perda, danos por colisão e, em alguns casos, danos para terceiros.

Quem vai alugar um carro com direção do lado direito deve ficar atento ainda a pelo menos três detalhes: 

1. Câmbio automático

Na hora de dirigir na mão inglesa, facilita muito estar em um carro com câmbio automático. Isso porque, se a direção muda de lado, o câmbio se mantém no meio do veículo, o que obriga a troca de marcha com a mão esquerda nos automóveis com câmbio mecânico.

Para os iniciantes, é comum, inclusive, bater várias vezes a mão direita na porta, já que o cérebro age por impulso. Com o câmbio automático, você não tem esse problema e dirige com mais segurança.

Independentemente do modelo escolhido, vale ressaltar que os pedais de freio, acelerador e embreagem (no caso dos carros com câmbio manual) se mantêm na mesma ordem que os carros brasileiros.

2. Conte com um GPS

Solicite um GPS na locadora ou então use o do seu celular, como o Waze (caso recorra a um aplicativo que funcione apenas online, certifique-se de que as redes móveis de internet estarão funcionando).

É importante saber de antemão quando você terá de virar à direita ou à esquerda, pegar uma rotatória para a esquerda e outros procedimentos do gênero. Isso faz com que se ganhe tempo na hora de tomar decisões ao volante, o que torna o processo de dirigir na mão inglesa bem mais seguro.

3. Cheque o tipo do combustível

Esta é uma regra válida na hora de alugar um carro em qualquer país da Europa, até mesmo nos que usam modelos semelhantes aos brasileiros: antes de sair da locadora, questione o tipo de combustível que será usado no veículo.

No Velho Continente, os automóveis costumam funcionar a diesel ou a gasolina (gas, petrol ou unleaded). E é você quem irá abastecer, já que não existem frentistas por lá.

Antes de sair da locadora, tente abrir o compartimento de combustível. Em alguns modelos não é preciso fazer nada, mas outros exigem que você vire a chave, muitas vezes no sentido anti-horário. Caso tenha dúvidas, pergunte aos atendentes da locadora. Assim, você não perderá tempo na hora de abastecer.

Uma vez no posto, depois de dirigir na mão inglesa, basta estacionar ao lado de uma bomba (sempre com o lado do compartimento de combustível mais próximo), tirar a mangueira correspondente ao combustível aceito pelo carro, embocá-la e encher o tanque normalmente, apertando o gatilho.

Quando tiver colocado a quantidade desejada (caso o tanque encha, a bomba trava automaticamente), basta devolver a mangueira ao compartimento, ir à loja de conveniência, informar o número da bomba e pagar com dinheiro ou cartão de crédito.

Na hora de dirigir na mão inglesa

É estranho no começo, mas logo você se acostuma a dirigir na mão inglesa. Para não errar, é importante estar sempre atento, respeitar as sinalizações, não agir por impulso e adotar os seguintes procedimentos:

1. Mantenha-se sempre à esquerda

A sua faixa é a da esquerda. Quando estiver em uma mão-dupla, virar em uma rotatória, entrar em uma avenida ou em qualquer outra situação, mantenha-se à esquerda.

Muitas locadoras oferecem até uma pulseira, para que o condutor a coloque no braço esquerdo e a observe sempre, ou então colam um selo no lado esquerdo do para-brisa para que o motorista fique sempre atento a isso.

Mesmo nas estradas com mais de uma faixa, os europeus não costumam conduzir do lado rápido, à direita, a não ser na hora de fazer uma ultrapassagem. Portanto, mantenha-se sempre à esquerda e só vá para a direita nessas situações, a fim de não errar.

2. Motorista perto da faixa central

Uma das regras universais de condução é que o motorista, em relação ao passageiro, fica sempre mais perto da faixa central de uma pista com mão dupla. Isso funciona na hora de dirigir na mão inglesa ou conduzir no Brasil. Como tudo é invertido, basta estar mais perto do centro, que você saberá que está do lado correto.

3. Noção espacial do veículo

Uma das maiores dificuldades na hora de dirigir na mão inglesa é ter noção de que existe um carro inteiro à sua esquerda na hora de fazer as manobras. Demora para que o cérebro entenda isso e, no início, é comum queimar faixas ou subir em guias.

Aos poucos, porém, você vai se acostumando, mantendo-se sempre próximo à faixa central e, dessa forma, conduzindo com segurança. Mas, lembre-se: é quando você está mais confiante que corre mais perigo. Portanto, mantenha a atenção redobrada e eduque o cérebro o tempo todo para conduzir da melhor maneira possível.

Fonte: Garagem 360

https://garagem360.com.br/dirigir-na-mao-inglesa/

Categorias

© Nossa Fundação - 2016 All Rights Reserved